Violeta Extravagante
Querido Diário

Estava a correr-me tão bem o feriado...
Acordei tarde (9 horas), fiz o pequeno almoço aos meus homens, reguei as flores, vi uma séri num dos canais Fox, e até me apeteceu arrumar um roupeiro.
A seguir ao almoço, ao entrar no blog, a 1ª coisa que vi foi o nome de João Aguiar como titulo de último post do blog de José Fanha. Fiquei alerta, com uma sensação estranha, com sininhos a tocar na cabeça, fui logo ler o post.


Conheci João Aguiar como pessoa - pois como escritor, ele até era um amigo cá de casa, tanto eu como o meu filho já tinhamos lido o Sétimo Herói - num jantar, já lá vão uns anitos, não sei bem...6, 7 anos. (Foi há 5 anos, fui ver nos livros autografados, masi própriamente em 30-03-05).
Era um jantar de trabalho, João Aguiar fora convidado a apresentar a sua obra aqui na Biblioteca Municipal, e nestas situações geralmente alguém da Biblioteca ou da Divisão Cultural vai jantar com o(s) convidado(s).
Fomos duas colegas jantar com dois escritores, que muito admiramos, o João Aguiar, e o seu amigo e convidado para apresentar a sua obra, José Fanha.

Só posso dizer que foi um jantar fantástico, com duas pessoas excepcionais, que adorámos conhecer.
João Aguiar, um doce de pessoa, muito educado, muito atencioso, com um sentido de humor mordaz.


Foi muito cedo, João Aguiar não devia ter morrido já....


Beijo e Abraceijo triste

P.S: Para saber mais sobre Joao Aguiar ler aqui, no Público.
Etiquetas: edit post
3 Responses
  1. sofia Says:

    Também fique muito triste... Estive com ele apenas uma vez, quando foi à minha escola. Achei-o uma pessoas serena e paciente com os mais novos.
    Dos livros dele que li, adorei Os comedores de pérolas e Inês de Portugal.
    Um bj grande para ti


  2. Pois Sofia, era um querido mesmo, muito educado,paciente, atencioso, com tudo e com todos.

    Estive com ele 2 vezes, uma com miudos das escolas, mais impessoal, mais profissional, a outra foi o tal jantar. Adorei conhecer o outro lado do escritor.
    Tenho mesmo muita pena....

    Lê o "O Priorado do Cifrão", é girissimo, uma sátira ao Dan Brown.

    O meu filho, que agora nem gosta muito de ler...não sei se foi por o ter conhecido...adora os livros de João Aguiar e nem são os juvenis mas os outros de ficção narrativa.

    Beijinho


  3. A morte não escolhe hora, sexo, local, idade, etc...
    Perde-se, assim,um grande homem.

    Bom fim-de-semana