Violeta Extravagante
Querido Diário


Photobucket


A Maria era gorda, logo com o amor próprio bem lá em baixo, a auto-estima essa andava nas ruas da amargura.
No trabalho era desconfiada, sempre a pensar que os colegas estavam a comentar a sua grande e avantajada imagem. De resposta torta e sobrolho empinado, era assim que respondia ao mais banal comentário.
Raramente dava uma gargalhada, e sorrir era preciso o rei fazer anos, ou então o marido dizer algumas piadas, que as diz e bem giras que o rapaz é culto e inteligente.
Novinha ainda, andava na casa dos vintes, fez uma grande dieta.
Contou com o apoio de toda a gente. Todos os quilos perdidos eram comemorados e incentivados desde o marido até ao colega mais trombudo.
Um ano e meio mais tarde e 40 kilos a menos parece outra...por fora e por dentro...
Consumista a roçar a futilidade, é o que a espera daqui a uns tempos, se não meter freio entretanto.
Trombuda de mal com o mundo, com a vida e com o simples mortal, passou a sorridente militante, com tudo e com todos...

Está a viver aquilo que nunca viveu, não foi uma adolescente feliz com os habituais namorados e curtes, agora sente-se olhada e cobiçada, o que a faz brilhar.
O brilho é tanto que a ofusca, não a deixa ver o marido, nem as necessidades dele, que ele precisa de mimos e de ser mimado, que precisa que ela olhe para ele, e por ele...que ela brilhe quando ele olha para ela...

Não sei como vai acabar esta história, mas acho que não vai ser assim "e foram felizes para sempre..."
Etiquetas: edit post
5 Responses
  1. Sofia Says:

    Não deve ser fácil ser e crescer gorda...
    No entanto, agora, lembra a história do Narciso. Será?
    Bj


  2. Manuela Says:

    Violeta, quando a "gordura" se instala no cérebro, não há nada a fazer. Conheço tanta gente magra, gira e elegante, mas tão fútil, tão parva!
    Beijinhos


  3. Sofia, parece sim...esperemos que lhe passe...

    Manuela, é isso mesmo...até parece, neste caso, que a gordura que perdeu se instalou no cérebro..

    Beijinhos


  4. AVOGI Says:

    É exactamente o que diga à minha tia quando ela acabada d fazer o seu chichi volts À retrete e diz que tem vontade , eu digo-lhe que o mijo dela está na cabeça. e nao na bexiga
    assim é a gordura da Maria. kis (estive sem net dai que nao andei a vigiar os blogues)


  5. Miguel Says:

    Isto é bem mais facil de adivinhar que o euromilhões...

    Tem um lado feliz mas tem outro lado que é uma tristeza...

    Mas dizem que o que incha e desincha volta a inchar... Pode ser que bata com os cornos na parede!