Violeta Extravagante
Querido Diário

Estava eu muito bem a comer uma saladinha ao almoço e a pensar como me apetecia degustar um Cozido à Portuguesa, quando esta minha cabecinha começou a fazer uma analogia com livros.
Ou seja, existem, tal como nas comidas, FastBook , LightBook e SlowBook...

Se não vejamos:

FastBook/ FastFood : livros que enquanto nãos os lemos não descansamos.

Aconteceu-me por exemplo numa altura em que devorei policiais. Li de uma acentada as obras da Agatha Christie naquela edição da Livros do Brasil, colecção Vampiro Gigante. Ou então quando alarvemente marcharam as obras de Robin Coock, policiais numa vertente hospitalar/médica (não havia ainda na tv, nem o ER,  nem o Drº House, nem tão pouco a Anatomia de Grey …)
Aquilo é que era devorar livros…tal e qual se devora todo o tipo de hambúrguer e afim, seja do MacDonalds seja do Burguer King…com ou sem queijo, com ou sem molho.
Ah…e os livros de Christian Jacq? O egiptólogo Francês que ficcionou a história dos faraós, li tantos livros passados no Egipto que até enjoei…enjoei mas gostei!

LightBook /LightFood : livros levezinhos, tipo comidinha light que se leva para a praia, ou que se come quando aquelas calças de ganga que vestíamos o verão passado teimam a não servir este ano…
Nesta classe meto sem dúvida… Sei lá…. Margarida Rebelo Pinto! (granda trocadilho!!! Ehehehe) que li, logo quando saiu e quando, nem ela imaginava o dinheiro que ia ganhar a escrever os amores e desamores de uns betos e betas e de umas tias e tios que todos nós sabenos existir para além das estórias, nem ninguém ainda se tinha lembrado de chamar à sua obra Literatura Light. Lembro-me que o li de uma assentada numa tarde de férias, "esparramerada" na Praia do Malhão, ali para os lados de Milfontes. Mas não penses Diário, que LightBook se adequa só a MRP. Proliferam muitos destes lightbooks por o mundo fora, até estou a lembrar-me de mais uma obra que a enquadro aqui: Mulher procura homem impotente para relacionamento sério da Alemã, Gaby Hauptmann ou então tudo e mais alguma coisa que a Nora Roberts escreve (isto digo eu, tipo a pôr-me a adivinhar que ainda não li nada dela…ainda uma ova, que não creio pôr a minhas lindas lentes de contacto em tais Trilogias: dos jardins das três irmãs, das chaves…e por aí fora que a senhora a facturar é como as massas do GoNatural…)


E por aqui me fico... Slow, que amanhã há mais...Amanhã continuarei esta minha anologia que o post já está longo...

Aos fins de semana é aproveitar para degustarrr, saborearrrr...SlowFood e SlowBooks.

Bom Fim de Semana

Beijo e Abraceijo

Etiquetas: edit post
6 Responses
  1. AVOGI Says:

    Olá , agradeço a visita os meu blogue. estou aqui para retribuir o gesto. Pois eu já passei por isso , alias nao passei ano eu ano tive esses afrontamentos calores e afins. bem cheguei vi e venci e agora vou (per)seguir kis :)


  2. Obrigada AvoGi, eu ainda não passei pelos afrontamentos...mas como para lá caminho, vou já me mentalizando :)

    (tinha q dar um nome ao blog...saiu este :))

    Beijinho


  3. sofia Says:

    Eu depende das alturas, mas quando ando mais cansada vou para os light books ( agora já sei).
    Nas últimas férias de Verão devorei quase todos da alemã Gaby Hauptman e gotei bastante:)
    Bjs e bom fim-de-semana


  4. Sofia, eu também depende das alturas, é como na comida :)) por vezes apetece-nos light outras fast e outras slow.

    Beijinho


  5. arlete Says:

    titulo de blog nunca pensado. giro, real!
    ja passei ha tempos. boa vida. a unica vantagem:- no tampax!sem dores de cabeca.
    kandandu


  6. Obrigada pela vizita, Arlete.
    Pois é, cá estou eu à espera da Senhora Menopausa, estou já a mentalizar-me mas acho que ainda faltam uns anitos...

    Beijinho