Violeta Extravagante
Querido Diário

father and daughter Pictures, Images and Photos

Os pais pensam sempre que os filhos são pequeninos...
A minha mãe ligou-me, notei logo que a voz tinha uma nuance que não era natural.
Começou a contar-me que o meu pai agora não cai só nas escadas de casa, foi enrolando a história, descrevendo pormenores do dia de ontem, que caiu nas escadas do metro e foi para o Hospital de São José, mais pormenores, caiu de costas, mais pormenores, e eu com uma angustia do tamanho do mundo a inundar-me o coração. Com a cabeça a estoirar, passou-me tudo à frente, tipo um filme. Já via o meu pai numa cama de hospital, ligado a inúmeros tubos, a n máquinas, o médico a dizer-me que só podiamos esperar para ver como ele reagia... A minha mãe continuava a descrever o ontem sem se preocupar com o hoje, como é que ele estava hoje. Não aguentando mais, já em lágrimas interrompi-a: Mas como é que ele está, onde está? Foi operado?
-Ah... fui buscá-lo agora demanhã, levou uns bons pontos na cabeça, mas já cá está.
...
O meu pai, que estava a ouvir o telefonema, falou comigo, começou logo a brincar, e eu fiquei logo melhor.
- Sabes como a tua mãe é, começa a enrolar, estava a preparar-te...Tenho que começar a andar é de capacete...

Ó mãe, melhor, ó mães, façam resumos, digam logo tudo o que interessa, depois podem dizer tudo, tudo, podem dizer que o interlocutor (o pai, no meu caso), tinha ido comprar frango assado aos restauradores, que disse ao neto para não me dizer nada sem primeiro se saber o que se tinha passado e o que aí vinha, que o neto não comeu nada de jeito e que tem que o ensinar a fazer um bifinho...

Não sei se é mesmo dos genes, mas as mulheres falam sempre mais que os homens, em tudo mesmo.
A minha mãe, estranhando o atrazo (pequeno) do meu pai, ligou-lhe:
- Então? Onde andas?
- Olha, estou na âmbulancia vou agora para o hospital de São José...

Acho que se fosse o contrário, a minha mãe descreveria logo tudo, desde quantos degraus foram, até quem é que chamou a ambulância, quem é que a ajudou e por aí...

Pronto, já posso respirar fundo...coração de filha longe anda sempre tão apertadinho...
Etiquetas: edit post
4 Responses
  1. Luisinha Says:

    Hehehehe a minha mãe é igualzinha!!! Será que também vou ser assim??
    Ainda bem que não foi nada de grave e que ele já está em casa :)
    Bjinhos


  2. Manuela Says:

    Querida Violeta, anda sempre apertadinho, sim! Eu que o diga!
    Bem, mas ainda bem que ele já está em casa e que não lhe aconteceu nada de pior!


  3. a bloguer Says:

    e a distância torna sempre tudo pior!

    *


  4. AVOGI Says:

    o meu marido é assim como a tua mae irrita-me solenemente eu costumo dizer quando ela começa a falar : nao precisas de contar desde o dia em que nasceste. ele é minuciosamente enervante basta dizer subiu as escadas n,mas ele nao ; e subiu um degrau e depis mais um e subiu subiu subiu que eu dou-lhe um berro