Violeta Extravagante
Querido Diário

Sinto-me triste.
Sinto-me culpada por me estar contente pela vitória do meu filho....por estar feliz enquanto há pais a chorar pelos seus filhos...

Nenhum pai deveria passar pela morte de um filho.
Quando uma pessoa fica sem pai e/ou sem mãe, fica orfã.
Quando uma pessoa fica sem marido, sem mulher, fica viuva/o.

Não há palavras para quando se perde um filho. Literalmente.

Fico sempre triste, angustiada quando sei que um filho de alguém morre.
Não é justo. A vida para esses pais não é justa. Ninguém deveria passar por isto. É contra-natura.

Tiago Alves morreu terça-feira vítima de cancro, foi ontem o seu funeral. Aos 18 anos. A idade do J.G.
Dia 14 deste mês escrevia no seu blogue palavras de esperança. Foi o seu último post.
Habituado a ganhar no tapete, habituado a ganhar no Judo (representou Portugal em vários campeonatos) iniciou um blog para ir dando conta da sua luta contra o cancro.

Não consegui ler muita coisa, sem querer as lágrimas que andavam à deriva nos meus olhos, acabaram por cair, sem as conseguir parar.

Dói o coração ler aquelas palavras de esperança, aquela força de vencedor, aquela luta inglória.


Um beijo muito grande para ti Tiago


Até sempre
Etiquetas: edit post
2 Responses
  1. Rita G. Says:

    É demasiado triste e doloroso...nenhuns pais deveriam passar por isto. Bj!


  2. Manuela Says:

    Fico sempre triste, quando alguém parte; então quando é jovem e por causa dessa "coisa danada", fico sempre com um nó no peito.